Não é novidade para o empresariado brasileiro o fato de que grande parte dos consumidores está endividada — diariamente podemos acompanhar dados nos jornais a respeito disso. No entanto, a inadimplência ainda pega muitos empreendedores de surpresa, gerando um verdadeiro efeito bola de neve.

Esse fato deve funcionar como um alerta para o empreendedor brasileiro, uma vez que é ele quem pode terminar pagando a conta. Afinal, aos poucos, o cliente vai deixando de pagar para dar prioridade para suas contas principais, como a moradia e a alimentação. Serviços e varejo são os primeiros a serem prejudicados.

Neste post, passamos algumas dicas importantes para combater a inadimplência e, o que é ainda mais importante, mostramos como fazer uma consulta ao SCPC! Confira a seguir!

QUAIS SÃO AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA?

Certamente, possuir clientes inadimplentes não é o melhor dos mundos. A situação pode trazer consequências muito sérias para o negócio, afetando o campo financeiro e, é claro, todo o futuro da empresa. É justamente por isso que resolvemos trazer algumas das principais consequências da inadimplência. Acompanhe!

PREJUDICA O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Quando possui clientes inadimplentes, o gestor perde completamente o controle da sua situação financeira. É claro que o resultado não poderia ser diferente: o planejamento estratégico do negócio será prejudicado. Afinal, com a imprevisibilidade, não podemos definir planos de ação ou metas com propriedade.

AFETA O CAPITAL DE GIRO

Outro ponto que requer atenção é o fato de que a inadimplência afeta diretamente o capital de giro do negócio.

Os giros de capital nada mais são do que os recursos financeiros usados para que a empresa se mantenha operante no seu dia a dia, como a compra de mercadoria, por exemplo. Quando não recebemos do cliente, essa importante fonte de recursos é afetada.

DIFICULTA A AVALIAÇÃO DO NEGÓCIO

Será que o negócio é sustentável ou precisa de uma correção de rota? É o momento de realizar novos investimentos ou será que é uma boa hora para fazer uma economia?

Estas são apenas algumas das perguntas que ficam sem resposta se você possui muitos clientes inadimplentes. Esse pode ser um grande problema para você descobrir o seu valor de negócio.

O QUE PODE SER FEITO PARA REDUZIR A INADIMPLÊNCIA?

Além de saber como consultar ao SCPC, ponto que veremos um pouco mais adiante, é importante definir algumas estratégias para reduzir a inadimplência, certo? Para ajudá-lo, resolvemos trazer algumas dicas importantes que certamente serão uteis no dia a dia do seu negócio.

ANALISE O HISTÓRICO DO SEU CLIENTE

Em primeiro lugar, é interessante recorrer ao próprio banco de dados da empresa. Muitos clientes já realizaram compras com o seu estabelecimento ou recorreram aos seus serviços. Será que, na ocasião, fizeram todos os pagamentos da maneira mais apropriada e em dia?

Se já passou por experiências ruins com algum cliente, pode ser interessante repensar esse relacionamento no futuro para não enfrentar o problema da inadimplência.

CONTE COM O SUPORTE DA TECNOLOGIA

A automação também assume um papel fundamental nas estratégias de redução de inadimplência em uma empresa.

Em primeiro lugar, por conta do próprio registro do histórico do cliente, conforme já vimos anteriormente. No entanto, não para por aí. Além de automatizar todo o processo de cobrança, os sistemas atuais ajudam a notificar os clientes por meio de uma série de mídias e plataformas, como e-mail, SMS, WhatsApp, entre outros.

OFEREÇA SUPORTE PARA O CLIENTE NO SITE

Pode ter certeza que muitos clientes acabam caindo na inadimplência pelo simples motivo de não conseguirem as informações que procuram rapidamente. Em outros casos, não conseguem atualizar os seus boletos com tranquilidade e clareza. É justamente por isso que devemos oferecer um bom suporte para o cliente no site.

Separe uma área específica no site apenas para a resolução de questões ligadas aos boletos. Algumas funções interessantes podem ser a possibilidade de ele alterar a data de vencimento, atualizar dados do cartão, entre muitas outras. Certamente, um bom caminho para reduzir a inadimplência é facilitar a vida da sua clientela.

PENSE EM ACORDOS OU DESCONTOS

Claro que, em uma última instância, a elaboração de acordos entre os clientes também pode ser uma excelente pedida. No caso, a sua empresa pode oferecer a redução de parcelas de juros, aumentar prazos ou parcelas, entre muitas outras coisas. O mais importante é trabalhar em uma maneira de aumentar as chances de pagamento.

Além disso, você também pode oferecer descontos para os clientes que fizerem o pagamento à vista. Assim, você se livra do inadimplente e o cliente da dívida.

COMO CONSULTAR O SCPC DO CLIENTE?

Certamente, consultar ao SCPC pode ser uma excelente maneira para se precaver da situação da inadimplência. A pergunta que resta é a seguinte: como fazer isso? A seguir, resolvemos mostrar como você pode acionar o serviço para conferir a situação dos seus futuros clientes!

INVESTIMENTO

Em primeiro lugar, é importante lembrar que o SCPC é um serviço privado e que, portanto, a consulta só pode ser feita mediante cadastro e pagamento de créditos. Em outras palavras, esse é um investimento feito pela organização.

PARCEIROS

Para conseguir fazer a sua consulta, é fundamental procurar pelos sites parceiros. São vários sites que possuem parceria com o SCPC e fornecem a possibilidade de recarga, paga para que o usuário faça a sua pesquisa. É importante escolher um parceiro que atenda as necessidades do seu nicho de mercado.

CADASTRO

Passadas as fases anteriores, você já pode fazer o seu cadastro. Para isso, algumas informações são requeridas, como o nome da empresa, CNPJ, ramo de atuação, entre outros. Com o login e senha, você está pronto para, finalmente, fazer a sua consulta.

CONSULTA

Para concluir, você finalmente pode fazer a consulta. Com acesso ao CPF ou CPNJ do cliente você pode verificar se ele possui restrições de crédito e, em alguns casos, inclusive, é possível verificar o local da dívida e o montante.

O melhor de tudo é que o sistema é bastante intuitivo, com instruções claras para o usuário e informações detalhadas sobre a situação do cliente. Assim, você pode se precaver, de fato, contra um possível inadimplente.

Imprimir