Ao menos 4,5 mil postos de trabalho devem ser criados a partir da construção de um novo hospital particular em Praia Grande, no litoral de São Paulo, conforme anúncio feito à municipalidade na sexta-feira (11). A unidade de saúde com 220 leitos de internação será instalada no bairro Guilhermina.

O projeto foi apresentado à prefeitura em reunião no Paço entre médicos e o prefeito Alberto Mourão (PSDB). As obras do empreendimento estão previstas para começar no segundo semestre desse ano e serem concluídas em 2021. As intervenções, conforme projeto, vão gerar 1.500 empregos diretos e mais 3 mil indiretos.

Mourão comemora os investimentos na cidade. “Isso só vem acontecendo graças a um crescimento de forma sustentável, com equilíbrio fiscal onde são realizadas revisões dos gastos públicos, gerenciamento das despesas e busca por novas fontes de receitas”, declarou o prefeito após o encontro no gabinete.

Segundo a prefeitura, o hospital será erguido entre as ruas Guadalajara e Honduras. A unidade, cujo projeto prevê heliporto, terá atendimento básico, além de clínica médica, obstetrícia, pediatria, maternidade, cirurgias, alta complexidade com os serviços de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta e neonatal.

“Praia Grande é o município que mais cresce na Baixada Santista. Aqui existe uma história política e de desenvolvimento muito sólida. Escolhemos aqui por conta de tudo isso e temos certeza que fizemos a alternativa correta”, afirmou o CEO do Grupo Trasmontano, o médico Julio Cesar de Machado Lobato.

Imprimir