Como qualquer outro empresário, você deseja ver o seu negócio crescer. E o primeiro passo para que isso aconteça é ter um plano de expansão — afinal, de nada adiantar saber aonde se deseja ir se não se sabe como chegar lá. Portanto, ter um bom planejamento, baseado em números e metas, é essencial.

Segundo dados do Sebrae, um dos motivos de diversas empresas terem fechado entre os anos de 2008 e 2012 foi justamente a falta de planejamento. Você não quer cometer o mesmo erro, não é?

POR QUE É IMPORTANTE TER UM PLANO DE EXPANSÃO?

Um dos grandes motivos pelo qual muitos empresários desejam expandir a empresa é para gerar mais vendas e, assim, obter maiores lucros. Mas esse não é o único.

Ver a sua empresa crescer é uma satisfação pessoal, uma resposta a todos os seus temores de que o seu negócio daria certo. Muitos donos enfrentam grandes problemas ao abri-lo: falta de dinheiro, dificuldade para conseguir empréstimos, poucos funcionários, entre outros. Ver como todo esse empenho se transformou em um grande empreendimento é motivo de muito orgulho.

Além disso, a competição entre as empresas está cada vez maior. São diversos concorrentes vendendo os mesmos produtos, pelos mesmos preços — ou até menores. Para garantir a sua existência no mercado, é preciso se adaptar.

COMO FAZER O SEU PLANO DE EXPANSÃO?

Agora vamos te mostrar os principais fatores que interferem na hora de criar um bom plano de expansão. Isso é fundamental para obter êxito.

VERIFIQUE SE A EMPRESA ESTÁ PRONTA

Toda expansão precisa de uma análise criteriosa sobre a real situação da empresa. Um passo a mais pode prejudicar tudo e abalar significativamente o orçamento, causando, inclusive, uma retração. Portanto, certifique-se de que a sua empresa está pronta para essa nova fase. Mas como?

Preveja os custos. Dependendo do tipo de expansão, você pode precisar de dinheiro para a locação de um novo imóvel, contratar mais funcionários, ter um novo setor de RH, entre outras necessidades. Faça esses cálculos de forma bastante criteriosa.

ANALISE O TIPO DE EXPANSÃO

Existem diversas formas pelas quais você pode expandir o seu negócio. É possível aumentar o mix de produtos, estabelecer filiais em outras cidades, atender outros tipos de clientes, entre outras opções.

É preciso ter em mente o tipo de expansão para só depois estabelecer um plano. As variáveis estabelecidas serão diferentes para cada um e será necessário pensar de forma mais específica. Por exemplo, caso deseje se expandir para outros territórios, é preciso verificar se o nível de atendimento e gestão será com o mesmo padrão de excelência.

FAÇA PARCERIAS

Cada vez mais as empresas estão se unindo para expandir sua atuação no mercado. Por exemplo, uma academia pode se associar a uma loja de produtos esportivos e também a um profissional de saúde, como um nutricionista ou nutrólogo.

Se os alunos possuem maiores vantagens nesse estabelecimento, certamente você conseguirá o capital necessário para expandir o seu negócio e todos saem ganhando.

FOQUE NO QUE REALMENTE IMPORTA

Qual é o fator que faz com que os clientes retornem para o seu estabelecimento? É o preço acessível, o atendimento prestado ou a velocidade na entrega? Após detectar qual é o mais importante para eles, foque nesse aspecto.

Para descobrir, você pode fazer pesquisas com os clientes ou mesmo com a equipe de vendas que está em contato direto com eles.

GERENCIE O LUCRO DA EMPRESA

Pense bem se a expansão do seu negócio é realmente a melhor opção nesse momento e faça uma análise do mercado. Será que realmente vale a pena expandir? Isso vai me trazer algum lucro a curto, médio e longo prazo?

Tenha bastante cuidado porque é normal uma empresa aumentar os preços dos produtos ou serviços para garantir a expansão — mas isso é algo que pode afastar os seus clientes.

Agora que você já sabe o que precisa estar no seu plano de expansão, provavelmente precisará de uma linha de crédito para tirar os planos do papel.

Imprimir