Nesse momento de isolamento social, todos nós estamos muito preocupados, sem saber no que pensar, como agir e o que esperar. Devemos colocar a saúde em primeiro lugar, porém em um cenário de dono do pequeno negócio é claro, que logo pensamos – o que fazer para pagar nossas contas.

Tirando toda a parte inesperada e pensando apenas na nossa empresa, esse problema serviu principalmente para nos mostrar, o quanto importante é cuidar de nossa empresa como gestores, administradores, e não apenas deixar o barco levar.

Antes de qualquer ação desesperada, precisamos entender como está a real situação financeira da empresa.

Então para se organizar separei pequenas dicas que podemos fazer:

Dica 1 – Listar as contas fixas

Liste suas contas fixas desse mês e dos 2 próximos meses se possível (um cenário de 90 dias no mínimo).

Assim você entenderá melhor suas necessidades para criar um plano de ação.

Dica 2 – Numerar por Prioridade

Depois de listadas todas as suas contas fixas, procure enumerar as prioridades das mesmas, para decidir entre aluguel, luz, água e entre outros.

  • Analise o que pode ser adiado;
  • Coloque em ordem de datas de vencimento, para que você possa se programar melhor;
  • Reveja as que contém juros.

Assim poderá analisar as contas como um todo, sabendo o total à ser pago e as datas para se programar de acordo com as próximas recomendações.

Aproveite para somar e rever seu Capital (valor em caixa).

Dica 3 – Faça Negociações Prévias

Reveja quais contas poderá negociar prazos e formas de pagamento, e já faça previamente uma negociação onde e com quem for possível.

Um parcelamento maior, um prazo maior, antecipando assim, uma reorganização de suas finanças para que os seus fornecedores e negócios menores não fique sem receber.
Não espere vencer para negociar, as negociações prévias demonstram que você tem controle de sua empresa e que tem a intenção de pagar.

Uma vez que já estarão todas listadas você já sabe quanto tem em caixa, assim entenderá em quais contas terá mais impacto.

É um momento complicado para todos e um cenário imprevisível, se você tem uma equipe que depende de você, converse com seus colaboradores bem como seus clientes.

As prioridades nesse momento devem ser outras, e você demostrar esse entendimento e clareza de informações e estar em contato com seus clientes fará toda a diferença.

Dica 4 – Reveja seu estoque

Dependendo do seu ramo, os produtos podem vir a estragar, então reveja as datas de validade, produtos que estão abertos. E crie maneiras de não perder totalmente.
Se você trabalha com produtos que não tem validade como roupas por exemplo, aproveite para organizar seu estoque, ver em valor quanto você tem e quais mercadorias você sentirá maior danos.
Isso ajudará você a criar uma estratégia, visando a prioridade de venda e consumo.


Dica 5 – Tenha calma e paciência

Devemos ter calma, e usar esse período da melhor maneira possível para se organizar, assim logo ele cessará e poderemos buscar maneiras de recuperar se algo for perdido.

Dica 6 – Fontes confiáveis

Busque informações de fontes confiáveis, em meio a tantas mensagens de WhatsApp e posts nas redes sociais, busque jornais e meios de comunicações que trabalhem com responsabilidade, e principalmente, não repasse informações sem ter certeza!

O Sebrae estará nós auxiliando em passar as melhores informações quanto à liberação de créditos, prorrogação de prazos para pagamento de tributos e ampliação de linha de crédito, por exemplo.

Qualquer dúvida e melhores informações poderá ser acompanhada pelas redes sociais e também com o atendimento online e telefônico se necessário.

Prevenir e se organizar perante qualquer imprevisto, ou período turbulento, deve ser a melhor maneira de minimizar os danos e passar por esse momento.

Dica 7 – Foque em soluções e não em problemas

Use esse tempo com qualidade, foque em soluções, ficar pensando só no problema nos cega. Aproveite para curtir com sua família na medida do possível, valorizar pequenos momentos que normalmente na correria não são possíveis, como um café da manhã tranquilo e um almoço calmo.

Leia, assista, estude, e relaxe também, pois quando o foco no problema se torna menor, maior será a solução!

Imprimir