Os primeiros torneios dos Jogos Escolares de Praia Grande 2017, damas e xadrez, ocorrem no dia 6 de junho, a partir das 8 horas, no Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33.579, Bairro Tupiry). No total, a competição reunirá mais de 3.500 alunos do ensino fundamental e médio (de 8 a 17 anos), de 62 instituições de ensino (públicas – municipais e estaduais – e particulares).
Serão 21 modalidades em disputa: atletismo, basquete, boliche, caratê, ciclismo, damas, futebol, futebol de praia, futevôlei, futsal, ginástica artística, handebol, handebol de praia, judô, natação, surfe, taekwondo, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez. Há ainda, a disputa de rainha e rei (miss e mister).

No dia 10 de maio, 8 horas, no auditório Jornalista Roberto Marinho (Rua José Borges Neto, 50, Bairro Mirim – na Secretaria de Educação – Seduc, ao lado da Prefeitura), ocorre o congresso técnico do evento regido pela SEEL com apoio da Seduc. No dia 12 de maio, a partir das 8 horas, na Fábrica do Esporte Mestre Yoshihide Shinzato (Rua Mococa, 685, Bairro Boqueirão), acontecem os primeiros congressos específicos de caratê, damas, ginástica, judô, taekwondo, tênis de mesa e xadrez.

O evento encerra-se em 19 de outubro, com a disputa das partidas finais de basquete e vôlei. Nesta temporada, o boliche é a nova disputa, a ser realizada no dia 18 de outubro, na pista localizada no interior do Litoral Plaza Shopping. O esporte ocorre como extra, ou seja, conta apenas um ponto de participação para cada escola na classificação geral. Por outro lado, o torneio de skate deixa de ser realizado pela ausência de interesse das escolas.

Todas as informações da competição municipal serão divulgadas no site da Prefeitura (www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias), por meio dos boletins informativos da competição. A produção do material será coordenada pela SEEL.

Vale frisar que os alunos utilizam toda a infra-estrutura esportiva da Cidade. Assim, competem na pista de atletismo (Bairro Sítio do Campo), piscina de 25 metros (Mirim), Centro de Excelência de Judô João Carlos Ribeiro Manso Júnior (Tupi), Fábrica do Esporte Mestre Yoshihide Shinzato (Boqueirão), Palácio das Artes (Forte), kartódromo (Sítio do Campo), campo de grama sintética do Real Esporte Clube (Real), ginásios Falcão (Mirim), Magic Paula (Antártica), Mirins III (Canto do Forte), Rodrigão (Tupi), SEEL (Tupiry), dos Bairros Boqueirão, Samambaia e Sítio do Campo. E ainda, estrutura montada na praia do Bairro Guilhermina e as dependências da pista de boliche do Litoral Plaza Shopping (Sítio do Campo).

Retrospecto – Em 2016, mais de três mil alunos de 56 instituições de ensino (pública e privada) competiram. A turma do Colégio Objetivo (Bairro Tupi) sagrou-se hexacampeã (2016, 2015, 2014, 2013, 2012 e 2010) dos Jogos Escolares de Praia Grande. Assim, tornou-se a maior vencedora de todos os tempos. Na sequência da classificação final, ficou a equipe do Colégio Recanto Educacional (Boqueirão) com 171 pontos, Colégio França (Caiçara) com 144,5, Escola Celestin Freinet (Guilhermina) com 106, Escola Estadual Vila Tupi (Tupi) com 94 e Escola Municipal Professora Elza Oliveira de Carvalho (Glória) com 93.

A pontuação obtida por cada instituição de ensino, na disputa de cada esporte e sexo, define a vencedora dos Jogos Escolares. Assim como ocorre nos Jogos Regionais e Abertos, o primeiro colocado recebe nove pontos, o segundo fatura sete, o terceiro ganha seis, o quarto leva cinco, o quinto obtém quatro, o sexto fica com três, o sétimo pega dois e o oitavo conquista um ponto. Todas as escolas participantes recebem um ponto de bonificação, por modalidade e sexo. O mesmo ocorre com as instituições que estarão desfilando no concurso de miss e mister (rei e rainha). Quando há empate de equipes na mesma posição dobram-se os pontos e divide-se pelo número de times empatados. Então, por exemplo, a escola A foi campeã do torneio de atletismo masculino. Logo, ganha nove pontos mais um pela participação; totalizando 10. A mesma escola esteve presente no concurso de miss. Fatura mais um ponto e chega a 11. E assim ocorre nas 21 modalidades disputadas. Esta somatória é que consagra a escola campeã geral dos Jogos.

Escolas – Confira as 62 instituições de ensino que disputam os Jogos Escolares de Praia Grande 2017:

1) Escola Municipal Antônio Peres Ferreira (Bairro Vila Sônia)
2) EM Antônio Rubens Costa de Lara (Esmeralda)
3) EM Anahy Navarro Trovão (Boqueirão)
4) EM Albert Einstein (Samambaia);
5) EM Cidade da Criança (Cidade da Criança)
6) EM Domingos Soares Oliveira (Ribeirópolis)
7) EM Doutora Ana Maria Babette Bajer Fernandes (Real)
8) EM Estina Campi Batista (Canto do Forte)
9) EM Governador Franco Montoro (Maracanã)
10) EM Governador Orestes Quércia (Mirim)
11) EM Joaquim Augusto Ferreira Mourão (Melvi)
12) EM Lions Clube Ocian (Ocian)
13) EM Professora Elza Oliveira de Carvalho (Glória)
14) EM Professora Maria Nilza da Silva Romão (Vila Sônia)
15) EM Professora Maria Clotilde Lopes Rigo (Esmeralda)
16) EM Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos (Sítio do Campo)
17) EM Roberto Mario Santini (Guilhermina)
18) EM São Francisco de Assis (Boqueirão)
19) EM Sebastião Tavares de Oliveira (Quietude)
20) EM Vereador Felipe Avelino Moraes (Caiçara )
21) EM Vila Mirim (Mirim)
22) Escola Técnica Estadual (ETEC) de Praia Grande (Boqueirão)
23) EE Abrahão Jacob Lafer (Guilhermina)
24) EE Adelaide Patrocínio dos Santos (Forte)
25) EE Alexandrina Santiago Neto (Esmeralda)
26) EE Balneário das Palmeiras (Esmeralda)
27) EE Deputado Rubens Paiva (Samambaia)
28) EE Doutor Reynaldo Kuntz Busch (Boqueirão)
29) EE Doutor Alfredo Reis Viegas (Vila Sônia)
30) EE Jardim Bopeva (Ocian)
31) EE Júlio Secco de Carvalho (Solemar)
32) EE Oswaldo Luis Sanches Toschi (Sítio do Campo)
33) EE Professora Sylvia de Melo (Antártica)
34) EE Professora Magali Alonso (Tupi)
35) EE Professora Maria Pacheco Nobre (Boqueirão)
36) EE Professor Pedro Paulo Lopes (Anhanguera)
37) EE Professor Antônio Nunes Lopes da Silva (Samambaia)
38) EE Professor Laudelino Fernandes dos Santos (Caiçara)
39) EE Vila Tupi (Tupi)
40) Escola Atenas (Maracanã)
41) Escola Celestin Freinet (Guilhermina)
42) Escola Educar (Boqueirão)
43) Escola Paris (Boqueirão)
44) Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental Arca de Noé (Ocian)
45) Escola de Educação Infantil Constance Kamii (Caiçara)
46) Centro Educacional Vila Verde (Aviação)
47) Colégio Adventista de Praia Grande (Aviação)
48) Colégio Alpha (boqueirão)
49) Colégio Alexo Viazowski (Caiçara)
50) Colégio Carlos Arrojado (Solemar)
51) Colégio Centurion (Flórida)
52) Colégio COC Novo Mundo (Forte)
53) Colégio Confiança (Aviação)
54) Colégio Cultura (Mirim)
55) Colégio França (Caiçara)
56) Colégio Oliveiras (Antártica)
57) Colégio Objetivo (Tupi)
58) Colégio Passionista Santa Maria (Sítio do Campo)
59) Colégio Piteco (Assunção)
60) Colégio Professor Paulo Freire (Guilhermina)
61) Colégio Recanto (Boqueirão)
62) Colégio Universo (Ocian)

Imprimir