Em alguns meses, Praia Grande contará com uma unidade acolhimento destinada a jovens e adultos com deficiência. Conhecido como ‘Residência Inclusiva”, o servido é voltado aos portadores de deficiência cujos vínculos familiares estejam rompidos ou fragilizados e que não dispõe de condições de autosustentabilidade.

O local fica no Bairro Tupi e será como uma residência adaptada, com estrutura física adequada. Vai dispor de equipe especializada com metodologia adequada para prestar atendimento personalizado e qualificado, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas dos atendidos.

A obra já está em curso. Total da área construída é 216,31m², divididos em setor administrativo e residência, os espaços serão separados. A área da equipe técnica terá sala de reunião, coordenação e sanitários.

Na residência onde ficarão os acolhidos terá sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, quatro dormitórios e sanitários. Todas as instalações são adaptadas e acessíveis, visando dar mais conforto aos moradores.

Por ser um espaço de proteção social, a Residência Inclusiva terá como finalidade propiciar a construção progressiva da autonomia e do protagonismo no desenvolvimento das atividades da vida diária, a participação social e comunitária, a preservação e o fortalecimento dos vínculos familiares com vistas à reintegração e/ou convivência.

Outra característica do serviço é evitar situações de isolamento dessas pessoas.
A Residência Inclusiva é uma unidade que oferta Serviço de Acolhimento Institucional para jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, que não disponham de condições de autossustentabilidade ou de retaguarda familiar.

Imprimir