O 45º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I), responsável pelo policiamento em Praia Grande, comemorou 19 anos de atividades nesta quinta-feira (29) com uma solenidade realizada no Palácio das Artes (PDA) que contou com a presença de autoridades civis e militares.

Na ocasião, foram entregues a Medalha Valor Militar, conferida a policias militares que contarem com mais de 10, 20 ou 30 anos de serviços prestados de forma ininterrupta e exclusivamente na instituição; e a Láurea do Mérito Pessoal, entregue aos policiais que mais se destacaram em suas funções ao longo do ano.

O comandante do 6º Comando de Policiamento do Interior, coronel Rogério Silva Pedro, parabenizou os policiais da unidade pelo excelente trabalho realizado em 2018. “Tivemos um ano difícil, com problemas jurídicos e mesmo assim Praia Grande tem registrado uma redução vertiginosa nos índices criminais. Tudo isso graças ao empenho de cada um de nossos policiais e do aporte importante que a prefeitura oferece principalmente na área de tecnologia”.

Tal aporte é verificado principalmente nos investimentos em modernos equipamentos e softwares voltados à área de Segurança Pública. O mais recente dele é o chamado cerco eletrônico, capaz de identificar cada veículo que entra e sai da Cidade, sendo importante ferramenta no combate de roubos e furtos de veículos.

O prefeito Alberto Mourão compareceu à solenidade, assim como outras autoridades civis, e falou sobre um fator importante para que soluções sejam encontradas: união e harmonia entre os entes envolvidos. “Há uma necessidade de aproximação e de que se estabeleça uma relação para ações conjuntas. Todos têm que participar”.

E também citou como exemplo o sistema de câmeras instalado na Cidade e que é utilizado tanto pela Polícia Militar quanto pela Polícia Civil. “Ano que vem já devemos ter implantado um sistema de reconhecimento facial, que terá a participação das polícias e da administração Municipal. Aproveito para homenagear cada um de vocês que agem e pensam no sentido de solucionar os problemas. O legado que deixam é a dedicação profissional que vocês têm”.

 

Imprimir