Abrigo de acolhida noturna é inaugurado no Bairro do Quietude

“Abrigo Solidário” oferece atendimento e prestação de serviços para até 62 pessoas em situação de rua por noite

231
Divulgação: PMPG

Amor, compaixão e solidariedade. Palavras que, colocadas lado a lado, conseguem mover grandes barreiras. Com isso em mente, a Prefeitura de Praia Grande, por meio da SEAS – Secretaria de Assistência Social, em parceria com a APASEM – Associação de promoção e
Assistência Social Estrela do Mar, inaugurou nesta quinta-feira o Abrigo Solidário Eliane Malzoni, que têm como principal objetivo a melhoria no atendimento à pessoas em situação de rua, buscando a reabilitação e a reinserção em um contexto social. “Com apoio da população civil, entidades e poder público, nós iremos dar todo o suporte necessário para essas pessoas”, ressaltou Alberto Mourão, prefeito de Praia Grande. 

Por meio de um chamamento público feito pela Prefeitura, A APASEM, entidade responsável pela administração de projetos sociais do Município, se encarregou de fazer a mediação entre a Prefeitura e as paróquias e igrejas da Cidade. “Os dois órgãos foram responsáveis por toda a questão jurídica, dando lugar para as paróquias e igrejas agirem na execução do projeto e na questão social dos acolhidos”, destacou Cleiton de Araújo, coordenador da APASEM. 

O abrigo de acolhida noturna vai funcionar das 19h às 8h, com capacidade máxima de acolher 62 pessoas por noite. Sendo divididas em dois dormitórios masculinos de 42 leitos e outro feminino, com 22. Segundo o Padre Aparecido Neves Santana, diretor do abrigo, essa divisão foi pensada levando em consideração que existem mais homens do que mulheres em situação de rua na região. 

Para a secretária da SEAS, Gisele Domingues, o abrigo vem para complementar outros serviços que já existem para pessoas em situação de rua. Oferecendo uma infraestrutura com alimentação, higiene pessoal e descanso, a expectativa é alcançar o maior número de pessoas possível, assim como recuperá-las e encaminhá-las para outros prestadores de serviços de Assistência Social, como o Centro POP, programa que além de todos esses cuidados, oferece oportunidade de geração de renda e trabalho através de um curso de artesanato. “O Abrigo Solidário têm um perfil diferenciado. Com toda essa abordagem religiosa e espiritual, nós esperamos conquistar essas pessoas para começar um trabalho com elas”, comentou a secretária. 

O presidente da ACEPG – Associação Comercial e Empresarial de Praia Grande, Antonio Pio Neto, esteve presente na inauguração do espaço. “Este é mais um avanço obtido para Praia Grande e a ACEPG está empenhada para apoiar as boas ações do município”.

O nome do local se deu em homenagem a Eliane Malzoni, assistente social da Cidade que faleceu ainda este ano, mas, deixou um legado de mais de 30 anos de amor pela carreira, projetos e causas com o mesmo objetivo do Abrigo Solidário. Para as filhas da homenageada, não havia jeito melhor de recompensar a mãe por todo o trabalho de sua vida. “Me sinto muito honrada. Espero que esse espaço faça valer cada dia trabalhado da minha mãe”, disse Thaíse Malzoni. Érika, sua irmã, ainda ressaltou, “Que as pessoas que entrem aqui, consigam sair recuperadas e com oportunidades. Era isso o que minha mãe queria”. 

O Abrigo Solidário fica localizado na Avenida Ministro Freire, ao lado da Sede da Guarda Civil Municipal, no Bairro do Quietude. A expectativa é que após a inauguração, o local passe a funcionar já a partir do começo da próxima semana. 

Imprimir