Facesp promove Encontro Regional entre Associações Comerciais do Litoral Sul

Evento tem como objetivo a integração e o desenvolvimento das Associações Comerciais da RA 05

65

O Encontro Regional, promovido pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo – Facesp, que aconteceu nesta segunda-feira (21), reuniu 20 Associações Comerciais da Região Administrativa 05 (RA 05) – Litoral Paulista da Facesp, no auditório da Associação Comercial de Santos (ACS). Estiveram presentes o presidente da ACS, Roberto Santini, vice presidente da Facesp e também, deputado estadual Ricardo Bertolini, deputado estadual Caio França, presidente da Associação Comercial de Praia Grande – ACEPG, Antonio Pio Neto, junto com o vice presidente Cleber Zem e a 2º tesoureira, Andrea Neris. O presidente da ACEPG destacou a importância da ação para a economia da Cidade. “O Encontro Regional é de suma importância, uma vez que a interação entre Associações nos faz cientes das melhorias para todas as entidades da RA 05”. 

O encontro teve como principal objetivo a troca de experiências e futuras eventuais parcerias que colaborem com o desenvolvimento da região do Litoral Paulista, visando o aprimoramento sobre as necessidades da classe empresarial de acordo com as características de cada região. Os impactos da Lei da Liberdade Econômica; os impactos do Cadastro positivo sobre os consumidores, empresários e associações; e demais medidas de novas políticas públicas que colaboram com o desenvolvimento da economia brasileira foram pautas importantes durante o Encontro Regional. 

Cadastro Positivo 

O Cadastro Positivo é uma forma de registro da vida financeira de uma pessoa. Conhecido popularmente como “cadastro de bons pagadores”, ficam registrados as informações sobre os pagamentos que são feitos pelo consumidor. Buscando o incentivo ao crédito e a inclusão de pessoas no cadastro, o objetivo é impactar a economia e mudar o comportamento de lojistas em relação ao consumidor. 

De acordo com o presidente da ACEPG, o tema abordado muda o conceito de avaliação de crédito, onde é necessário demonstrar aos associados as vantagens do bom tomador de crédito, medindo-se pela pontualidade e montante de crédito tomados no mercado nos últimos cinco anos. “Esse cadastro é algo que vem para melhorar a liberação do crédito no mercado, ou seja, é avaliado somente o quanto foi comprado e pago em dia”, ressalta o presidente. 

Lei da Liberdade Econômica

A MP 881 busca diminuir as burocracias nas atividades econômicas, o que facilita a abertura e o funcionamento de empresas. Também visa a autorização da digitalização de documentos, levando em consideração que os documentos digitais terão o mesmo valor probatório que os documentos originais. 

Também é previsto que os registros públicos, realizados em cartório, podem ser escriturados, publicados e conservados em meio eletrônico. Entre os registros que podem atender às novas regras estão os de constituição, alterações e encerramentos de pessoas jurídicas. 

O evento aconteceu no auditório da sede da Associação Comercial de Santos, na Rua XV de Novembro, 137, e contou com a participação de 20 municípios. São estes: Bertioga, Cajati, Cananéia, Cubatão, Guarujá, Iguape, Ilha Comprida, Itanhaém, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Mongaguá, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Peruíbe, Praia Grande, Registro, Santos e São Vicente. 

Imprimir